Kraków

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Gdańsk

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Bałtyk

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Tatry

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Oscypek

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Polish food

Souvenirs

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Polish fol­klore

Anterior
Seguinte
pasek1_final_oryg

Fly & Drive Polônia Verde

10 dias / 9 noites

Descubra a Polônia com esta rota de 10 dias que permite descobrir a rica história da Polônia, suas cidades fantásticas, contos de fadas, cidades coloridas e suas paisagens impressionantes.

Dia
1
> Varsóvia
 

Bem vindo a Polónia!
Chegada ao aero­porto de Varsóvia e traslado ao hotel.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
2
> Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Visita pano­râmica à capital da Polónia, Varsóvia. Durante a visita serão conhe­cidos os lugares mais impor­tantes da cidade e será dada a ines­que­cível opor­tu­nidade de conhecer o passado de Varsóvia e da Polónia. A visita terá início com a des­co­berta da Cidade Velha (Património UNESCO) e um pouco da cidade nova. Continuará com a visita ao Palácio Krasinski, ao edí­ficio da Suprema Corte e ao monu­mento à Insurreição de Varsóvia. Por fim, será ainda visitado o Parque Real Lazienki, onde se poderá admirar a resi­dência de verão do último rei da Polónia e o famoso monu­mento de Frederic Chopin. Aqui, será dada a opor­tu­nidade de relaxar em con­tacto com a natureza e ainda conhecer o mara­vi­lhoso jardim de rosas.

Tempo livre.

À tarde con­certo de música de Chopin. Aninhada nas ruas de para­le­le­pí­pedos da Cidade Velha de Varsóvia, fica uma sala de con­certos neo­clássica única, com paredes ori­ginais de “estuque de gesso”, espelhos de cristal e ele­gantes deco­rações do século XIX. Ao passar pelas portas, você entrará na era de Chopin para um con­certo com­posto por duas partes das melhores peças de Chopin tocadas por pia­nistas reco­nhe­cidos inter­na­ci­o­nal­mente. Durante o intervalo, você será con­vidado a tomar um copo de vinho espu­mante, suco de laranja ou água. Este con­certo é o começo per­feito para uma noite romântica em um dos res­tau­rantes e bares da cidade velha, mas também um final mara­vi­lhoso para um dia cheio de pas­seios turísticos.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
3
> Varsóvia > Bialowieza
 

Café da manhã no hotel.

Retirada do carro alugado no hotel. Saia em direção a Bialowieza.

Parque Nacional de Bialowieza — o rei dos parques naci­onais na Polônia e na Europa é o Parque Nacional de Białowieża. Não é apenas um dos mais antigos do con­ti­nente (criado em 1932), mas também o único local onde o bisão europeu vive em liberdade (atu­al­mente tem mais de 300 exem­plares) e onde se con­serva, em estrita reserva, o chamado flo­resta pri­mitiva, parte do parque que não foi alterada por 400 anos pela ati­vidade humana. É por isso que, às vezes, se fala da Floresta Bialowieza.

Entrada para o Museu de História Natural do Parque Nacional Bialowieza.

Noite em Bialowieza.

 
Dia
4
Bialowieza Kruszyniany Tykocin Bialystok
 

Café da manhã no hotel.

Partida em direção à região de Podlasie.

Uma parte da região Podlasie é conhecida como a Terra das per­sianas abertas. As aldeias são habi­tadas por povos indí­genas Podlasie (índios Podlasie!), prin­ci­pal­mente orto­doxos, que se iden­ti­ficam como uma minoria bie­lor­russa. Os habi­tantes usam o dialeto Podlasie dia­ri­a­mente, que está desa­pa­re­cendo len­ta­mente. A Terra é famosa prin­ci­pal­mente pela orna­men­tação das casas de madeira. As vene­zianas colo­ridas, as empenas rica­mente deco­radas e os recantos das casas de empena, os alpendres e as casas bem cui­dadas, únicas em outras partes do país, refletem a dis­po­sição espacial da época da rainha Bona. Tudo isso imerso no silêncio e na vege­tação dos jardins com malvas, ásteres e peônias.

Continuação para Kruszyniany.

Kruszyniany é uma vila situada no Caminho Tártaro. Caracteriza-se prin­ci­pal­mente pela diver­sidade cul­tural e reli­giosa dos habi­tantes, mas também pela beleza dos arre­dores. Aqui está uma opor­tu­nidade de expe­ri­mentar a culi­nária tártara incomum em um res­tau­rante local. As prin­cipais atrações de Kruszyniany são a mes­quita e o mizar, o cemi­tério tártaro. A mes­quita remonta ao século 18, mas sua his­tória remonta ao rei Jan III Sobieski. O edi­fício encontra-se em exce­lente estado de con­ser­vação, podendo também visitar o seu interior.

Saindo em direção a Bialystok vale a pena parar em Tykocin.

Lindamente loca­lizado no rio Narew, quase à margem da civi­li­zação, Tykocin inspira e encanta. Provavelmente não há um ano em que as ruas de para­le­le­pí­pedos de Tykocin não sejam trans­for­madas em um set de fil­magem. Das pro­duções caseiras a Hollywood, o espírito do shtetl judeu paira sobre Tykocin, criando uma atmosfera única pré-guerra. Uma sinagoga única e um bairro judeu foram mila­gro­sa­mente pre­ser­vados aqui.

Continuação para Bialystok.

Noite em Bialystok.

 
Dia
5
> Bialystok > Masúria region
 

Café da manhã no hotel.

Bialystok real­mente encanta os visi­tantes. O Palácio Branicki com jardim barroco é uma fonte ines­go­tável de his­tórias e curi­o­si­dades rela­ci­o­nadas à tur­bu­lenta his­tória de Bialystok, conhecida em toda a Europa do século XVIII como a Versalhes do Norte. A charmosa reserva Planty e Zwierzyniec: um mar de vege­tação no centro da cidade, com um mini­zo­o­lógico. A Igreja Ortodoxa de São Nicolau, a catedral ortodoxa do século XIX, é geral­mente aberta aos visi­tantes. Rotas turís­ticas foram mar­cadas no espaço urbano: podemos des­cobrir Bialystok judaica, indus­trial, mul­ti­cul­tural e de madeira.

Partida para a região da Masúria.

Bem-vindo ao dis­trito do Lagos Masurianos (Kraina Wielkich Jezior Mazurskich), uma terra ver­de­jante de colinas pon­ti­lhadas de inú­meros lagos, pequenas fazendas sau­dáveis, extensões de flo­resta dis­persas e pequenas cidades. Após o café da manhã faremos um cru­zeiro em um dos lagos e apre­ci­a­remos as belas vistas.

Noite na região da Masúria.

 
Dia
6
> Masúria region
 

Café da manhã no hotel.

Dia livre para conhecer a bela região dos lagos.

Sugerimos uma excursão ao Toca do Lobo — escondido nas pro­fun­dezas das flo­restas da Masúria, a cerca de 8 km da pequena cidade de Rastenburg, na Prússia Oriental, encontram-se as ruínas de uma das relí­quias his­tó­ricas mais arre­pi­antes da Polônia, o bunker mais secreto de Adolf Hitler, chamado Wolfsschanze ou a Toca do Lobo (Wilczy Szaniec).

Noite na região da Masúria.

Dia
7
> Masúria region > Malbork > Gdansk
 

Café da manhã no hotel.

Partida para Malbork.

Visita guiada ao Castelo de Malbork, o maior castelo gótico de tijolo ver­melho exis­tente no mundo (Património UNESCO) e que foi a sede dos coman­dantes da Ordem Teutónica da Europa de Leste na idade Média. Percorrer os sinuosos e mis­te­riosos cor­re­dores desta for­taleza medieval será uma opor­tu­nidade de admirar a sua arqui­tetura mara­vi­lhosa e além disso, fazer uma viagem no tempo onde se poderá des­cobrir a vida quo­ti­diana dos cava­leiros, apre­sentada pelos equi­pa­mentos antigos e por uma vasta coleção de arma­mento. Uma atração adi­cional é a expo­sição “A his­tória do âmbar”, onde existe uma grande colecção de âmbar do Mar Báltico e jóias feitas desta pedra.

Continuação para Gdansk.

Noite em Gdansk.

 
Dia
8
> Gdansk  > Gdynia > Sopot > Gdansk
 

Café da manhã no hotel.

De manhã visita à cidade velha de Gdansk. Transporte até Gdansk Oliwa, onde será visitada a Catedral de Oliwa, a maior igreja cis­ter­ciense do mundo, bas­tante famosa pelos seus órgãos bar­rocos, que teremos a opor­tu­nidade de ouvir num mag­nífico con­certo incluído na visita. Transporte até ao porto de Gdynia, onde se visitará o veleiro “Dar Pomorza”. Por fim, trans­porte até Sopot, onde se fará uma cami­nhada ao longo da zona mar­ginal até ao molhe, o maior da Europa cons­truído em madeira. Retorno a hotel.

Noite em Gdansk.

 
Dia
9
> Gdansk  > Torun > Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Saia na direção de Torun.

Visita de Torun, cidade conhecida pela sua exu­be­rante arqui­tectura do estilo gótico medieval e por ter sido o local de nas­ci­mento do famoso astrónomo polaco – Nicolau Copérnico. A visita começará com um cami­nhada pela cidade velha (Património UNESCO), onde será pos­sivel conhecer a Casa de Copérnico e a Catedral com a sua impo­nente torre, de onde se poderá apreciar uma mag­nífica vista pano­râmica da cidade. Haverá ainda tempo livre para fazer compras e para a degus­tação dos famosos bolos de gen­gibre de Torun, feitos de acordo com receitas antigas do século XVI.

Continuação para Varsóvia.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
10
>Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Transfer para o aero­porto em Varsóvia.
FIM DOS SERVIÇOS.

 
paski3
paski3
paski3
paski3