Kraków

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Gdańsk

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Bałtyk

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Tatry

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Poland

Oscypek

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Polish food

Souvenirs

● • • • • • • •.• • • • • • • • • •
Polish fol­klore

Anterior
Seguinte
pasek1_final_oryg

Grande tour de Polônia

15 dias/ 14 noites

Explore a Polônia em detalhes com esta rota de 15 dias. Descubra sua rica história, cidades fantásticas, contos de fadas, cidades coloridas, paisagens impressionantes. Conheça a população local e saboreie a deliciosa culinária local.

Dia
1
> Varsóvia
 

Bem vindo a Polónia!
Chegada ao aero­porto de Varsóvia e traslado ao hotel.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
2
> Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Visita de Varsóvia. Esta visita pano­râmica cons­titui uma exce­lente opor­tu­nidade para conhecer de perto todos os con­trastes da capital polaca. A visita terá início no Parque Real Lazienki, onde se encontra a famosa estátua de Frédéric Chopin, o Palácio na Água e o Teatro na Ilha. Em seguida, será visitada a Cidade Velha (Património UNESCO), onde se encontra o Castelo Real, a Catedral de São João, a Praça do Mercado e a muralha que nos guiará até à Cidade Nova. Continuará o tra­jecto com a visita ao Palácio dos Krasinski, o Palácio da Justiça e o Monumento à Insurreição de Varsóvia. Por fim, será ainda visitado o Grande Teatro, a Ópera Nacional, o Palácio dos Jablonowscy e o Jardim Saski. Haverá ainda a opor­tu­nidade de visitar o antigo bairro judeu e alguns lugares rela­ci­o­nados com o Holocausto como o Umschlagplatz e o Monumento aos Heróis do Gueto.

Tempo livre para almoço.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
3
> Varsóvia > Kazimierz Dolny > Lublin
 

Café da manhã no hotel.

Traslado para Kazimierz Dolny.

Visita de Kazimierz Dolny, a cidade dos artistas, loca­lizada às margens do rio Vístula. Passeio pelos seus lugares mais impor­tantes: a Praça do Mercado rodeada pelas casas nobres no estilo de Renascimiento, a igreja paro­quial barroca, as ruínas do Castelo com a torre, a partir do qual há uma vista mara­vi­lhosa ao vale do rio Vístula, Kazimierz e o castelo em Janowiec. Esta mara­vi­lhosa pai­sagem de campos, flo­restas, pra­deiras y plan­tações de lúpulo forma a base do Parque do Paisagem de Kazimierz. Tempo livre na Zona Antiga para almoçar e admirar as obras de arte­sanato regional em nume­rosas galerias do arte.

Tempo livre para almoço.

Continuação para Lublin.

Lublin é a maior cidade do sudeste da Polônia. É o lar de uma longa e fas­ci­nante his­tória e impres­si­o­nante arqui­tetura polonesa. Durante a cami­nhada pela bela cidade velha, veremos muitos monu­mentos inte­res­santes, incluindo o Portão de Cracóvia do século XIV, a praça prin­cipal do mercado, a pre­feitura e o castelo. Não se pode sair de Lublin sem ter visto a Igreja Dominicana e a Catedral dos Santos João Batista e João Evangelista.

Noite em Lublin.

 
Dia
4
Lublin Zalipie Cracóvia
 

Café da manhã no hotel.

Transferência de Lublin para Zalipie.

Tempo para des­frutar da pre­ciosa pai­sagem rural polaca pas­sando pela região de flo­restas e campos até Zalipie. Esta povoação pequena mara­vilha desde faz quase 80 anos com uma exce­lente técnica de orna­men­tação cara­te­rizada pelo colorido desenho das paredes das casas, capelas e móveis. Passeio pela povoação e visita a expo­sição de arte­sanato regional na Casa das Pintoras.

Tempo livre para almoço, traslado para Cracóvia.

Noite em Cracóvia.

 
Dia
5
> Cracóvia > Wieliczka  > Cracóvia 
 

Café da manhã no hotel.

Cracóvia é a capital cul­tural da Polônia com a Cidade Velha ins­crita como Patrimônio Mundial da UNESCO. Durante o passeio, você verá a Barbican e as muralhas defen­sivas com o Portão Floriano, a prin­cipal praça do mercado com o Sukiennice Cloth Hall, a Igreja de Santa Maria e a torre da Prefeitura. Seguiríamos para a Universidade Jagiellonian, pas­sa­ríamos pelo Palácio do Arcebispo (onde morou João Paulo II), bem como a Igreja de Santo André e a Igreja de São Pedro e São Paulo para chegar a Colina de Wawel

Tempo livre para almoço.

Transporte de Cracóvia até Wieliczka, onde se visitará uma das minas de sal mais fas­ci­nantes e antigas da Europa, com a par­ti­cu­la­ridade que esta é a única mina da lista de Partrimónio Mundial da UNESCO que se mantém em acti­vidade até aos dias de hoje. Nos últimos 700 anos, Wieliczka foi um dos maiores tesouros e um dos des­tinos turís­ticos mais pro­cu­rados na Polónia. Durante a visita poderão ser obser­vados de perto os seus impo­nentes cor­re­dores, as câmaras e escul­turas de sal, os des­lum­brantes lagos sub­ter­râneos e as capelas onde os mineiros agra­deciam a Deus e à sua padroeira, a Santa Cunegunda da Polónia. Também será visitado o Museu do sal, onde se encontra toda a infor­mação sobre as fer­ra­mentas e téc­nicas uti­li­zadas pelos mineiros, bem como outas infor­mações acerca do seu fun­ci­o­na­mento. Transporte de regresso a Cracóvia.

Noite em Cracóvia.

 
Dia
6
> Cracóvia > Zakopane > Cracóvia
 

Café da manhã no hotel.

Transferência de Cracóvia para Zakopane.

O Parque Nacional dos Trata (Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO) situa-se na zona mais alta e mais bela dos Montes Cárpatos (Roménia), sendo a única cor­di­lheira de carac­te­rís­ticas alpinas na Europa Central. Durante este per­curso será visitado a aldeia de Chocholow e será feita uma subida de tele­férico até Gubalowka, de onde se poderá dis­frutar de uma des­lum­brante vista pano­râmica. Em Zakopane, será feito um passeio por Krupowki, a rua prin­cipal da cidade, onde o arte­sanato tra­di­cional tem uma grande impor­tância, exis­tindo mesmo o Museu do Estilo, que apre­senta e conta a his­tória deste arte­sanato bem carac­te­rístico. Por fim, trans­porte de regresso a Cracóvia.

Tempo livre para almoço.

Noite em Cracóvia.

 
Dia
7
> Cracóvia > Jura Krakowsko-Czestochowska > Ogrodzieniec > Czestochowa > Lodz
 

Café da manhã no hotel.

Visite o com­plexo de rochas brancas de Jura Krakowsko-Czestochowska adornado com cas­telos loca­li­zados no topo das rochas que dominam os vales, Hercules Mace Rock; visita ao Castelo de Ogrodzieniec.

O Castelo Ogrodzieniec em Podzamcze, erguido durante o reinado do Rei Casimiro, o Grande, na colina mais alta das Terras Altas de Cracóvia-Częstochowa, é o maior e mais conhecido castelo loca­lizado na Estrada dos Ninhos das Águias. É um exce­lente exemplo do arte­sanato dos antigos cons­tru­tores que fizeram de Ogrodzieniec uma resi­dência gran­diosa e sun­tuosa. O papel mais impor­tante no desen­vol­vi­mento do edi­fício foi desem­pe­nhado por Seweryn Boner, que recons­truiu o castelo em meados do século XVI no estilo renas­cen­tista. As obras duraram mais de uma dúzia de anos e, como resultado, uma gigan­tesca resi­dência chamada “Little Wawel” foi cons­truída nos outliers de cal­cário. Proprietários pos­te­riores no início do século XVII cer­caram-no com for­ti­fi­cações modernas e depois recons­truíram o interior do castelo em estilo barroco. Conquistado, saqueado e par­ci­al­mente queimado pelos suecos em 1655, o castelo mudou de mãos e foi par­ci­al­mente reconstruído.

Continuação para Czestochowa.

Tempo livre para almoço.

Czestochowa é conhecido pelo famoso mos­teiro de Jasna Gora (Monte Claro), clas­si­ficado como o maior centro católico na Polónia e um dos centros de pere­gri­nação mais impor­tantes do mundo cristão, atraindo milhares de pere­grinos todos os anos. O lugar tornou-se mun­di­al­mente famoso devido à pre­sença do quadro da “Madona Negra” de Czestochowa, envolvido em alguns milagres retra­tados em lendas antigas. Durante a o tra­jecto será visitada a Basílica onde se encontra a famosa “Madona Negra” e o museu do mos­teiro que conta a his­tória dos mais de 600 anos da sua exis­tência, onde se des­tacam a sala do tesouro e do arsenal.

Continuação para Lodz.

Noite em Lodz.

 
Dia
8
> Lodz > Poznan
 

Café da manhã no hotel.

Lodz é uma das maiores cidades da Polónia, sendo detentora de um patri­mónio cul­tural bas­tante vasto. Durante a visita da cidade será dada a opor­tu­nidade de des­cobrir as pegadas das quatro cul­turas que aqui con­viviam até se tor­narem uma só: a polaca, a judáica, a alemã e a russa. Também se poderá admirar a arqui­tetura moder­nista e a arqui­tetura indus­trial carac­te­rística das suas inú­meras fábricas, o que levou a que a cidade che­gasse mesmo a ser ape­lidada como a “Manchester polaca”. Ao longo do per­curso, será ainda visitada a Cidade Velha, a famosa manu­factura da família Poznanski e o com­plexo de fábricas de Scheibler, “Ksiezy Mlyn”, que é um exce­lente exemplo da revi­ta­li­zação de Lodz nos últimos anos. No final, será per­corrida a rua Piotrkowska, famosa pelas suas lojas, bares, res­tau­rantes e estátuas de cele­bri­dades de Lodz.

Tempo livre para almoço, traslado para Poznan.

Visita de Poznan. O tra­jecto começará com visita à catedral gótica de Poznan, situada na ilha de Ostrow Tumski, local onde acon­teceu o batismo da Polónia como país no ano de 966. O per­curso con­ti­nuará pela Ponte de Chrobry, seguindo até à Praça do Mercado da Cidade Velha, famosa pela sua impo­nente Prefeitura renas­cen­tista. De seguida, será feita uma cami­nhada pelas ado­ráveis ruas medi­evais que nos con­duzirá até à Catedral Barroca e à Catedral dos Franciscanos, onde se poderá observar o modelo da cidade de Poznan na Idade Média. A visita ter­minará na Praça da Libertade, cercada por alguns edi­fícios emble­má­ticos do século 19 como o Museu Nacional, a Biblioteca dos Raczynski, o Hotel Bazar e a Arcadia.

Noite em Poznan.

 
Dia
9
> Poznan > Biskupin > Torun 
 

Café da manhã no hotel.

Viagem para Biskupin e visite a impres­si­o­nante recons­trução do assen­ta­mento mais antigo em ter­ri­tório polonês, que remonta ao século VIII aC.

Tempo livre para almoço.

Continuação para Torun.

Visita de Torun, cidade loca­lizada às margens do rio Vístula. Torun é o berço de Nicolau Copérnico e está incluída na lista de cidades do Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1997. A com­po­sição da praça prin­cipal e das ruas adja­centes per­manece a mesma de 700 anos atrás.

Noite em Torun.

 
Dia
10
> Torun > Gdansk  > Gdynia > Sopot > Gdansk
 

Café da manhã no hotel.

Visita de Gdansk, uma mara­vi­lhosa cidade situada no norte da Polónia, junto à costa do Mar Báltico, que pela sua beleza atrai milhões de turistas todos os anos. O passeio terá início na Zlota Brama (a Porta de Ouro) e con­ti­nuará pela rua Dluga, onde se encontra um dos mer­cados mais bonitos da Europa, rodeado por prédios do estilo renas­cen­tista e por alguns monu­mentos famosos, como por exemplo a Prefeitura, a Fonte de Neptuno ou o Tribunal de Artus. Será também visitado o museu Arthur ‘s Court e uma oficina de âmbar, onde se assistirá a uma apre­sen­tação do tra­ta­mento de âmbar. Após a pas­sagem da Zielona Brama (a Porta Verde) será também vistado o rio Motlawa e a sua Porta-Guindaste, um dos sím­bolos da cidade. A excursão ter­minará na basílica gótica de Santa Maria, a maior igreja de tijolo do mundo.

Tempo livre para almoço.

Transporte até Gdansk Oliwa, onde será visitada a Catedral de Oliwa, a maior igreja cis­ter­ciense do mundo, bas­tante famosa pelos seus órgãos bar­rocos, que teremos a opor­tu­nidade de ouvir num mag­nífico con­certo incluído na visita. Transporte até ao porto de Gdynia, onde se visitará o veleiro “Dar Pomorza”. Por fim, trans­porte até Sopot, onde se fará uma cami­nhada ao longo da zona mar­ginal até ao molhe, o maior da Europa cons­truído em madeira. Retorno a hotel.

Noite em Gdansk.

 
Dia
11
> Gdansk  > Westerplatte > Malbork > Elblag
 

Café da manhã no hotel.

Transporte até à Península de Westerplatte, debruçada sobre o mar Báltico, onde existe um forte militar que pro­tegia a entrada para o porto de Gdansk, o local onde começou a Segunda Guerra Mundial e que se tornou um símbolo da resis­tência das tropas polacas. Em seguida será visitado o Estaleiro de Gdansk, onde foi fundada a União “Solidaridade”, cujo líder, Lech Walesa, ganhou mais tarde o prémio Nobel da Paz. Por fim, será visitado o monu­mento cons­truído em memória dos tra­ba­lha­dores navais mortos no trágico Dezembro de 1970 e a expo­sição “Caminhos da Libertade”, que apre­senta a his­tória da luta contra o tota­li­ta­rismo comunista.

Tempo livre para almoço, traslado para Malbork.

Malbork, onde será feita uma visita guiada ao Castelo de Malbork, o maior castelo gótico de tijolo ver­melho exis­tente no mundo (Património UNESCO) e que foi a sede dos coman­dantes da Ordem Teutónica da Europa de Leste na idade Média. Percorrer os sinuosos e mis­te­riosos cor­re­dores desta for­taleza medieval será uma opor­tu­nidade de admirar a sua arqui­tetura mara­vi­lhosa e além disso, fazer uma viagem no tempo onde se poderá des­cobrir a vida quo­ti­diana dos cava­leiros, apre­sentada pelos equi­pa­mentos antigos e por uma vasta coleção de arma­mento. Uma atração adi­cional é a expo­sição “A his­tória do âmbar”, onde existe uma grande colecção de âmbar do Mar Báltico e jóias feitas desta pedra.

Continuação para Eblag.

Noite em Elblag.

 
Dia
12
> Elblag > Gierloz > Swieta Lipka
 

Café da manhã no hotel.

Experiência total­mente única: passeio de barco de meio dia até Maldyty no canal Elblag — Ostroda, prin­cipal atração da região e única no mundo deste tipo de canal com dis­po­si­tivos téc­nicos de meados do século XIX e ainda fun­ciona sem ele­tri­cidade, o sistema de rampa trans­porta os barcos para cima e para baixo em terra e os ajuda a superar quase 100 m de queda de água “nave­gando” em terra.

Tempo livre para almoço, traslado a Gierloz.

Visita ao Toca do Lobo — escondido nas pro­fun­dezas das flo­restas da Masúria, a cerca de 8 km da pequena cidade de Rastenburg, na Prússia Oriental, encontram-se as ruínas de uma das relí­quias his­tó­ricas mais arre­pi­antes da Polônia, o bunker mais secreto de Adolf Hitler, chamado Wolfsschanze ou a Toca do Lobo (Wilczy Szaniec).

Traslado para Swieta Lipka.

Noite em Swieta Lipka.

 
Dia
13
> Swieta Lipka > Luknajno Lake > Mikolajki > Nowogrod > Bialystok
 

Café da manhã no hotel.

Traslado para Reserva do Lago Luknajno.

Visita à Reserva do Lago Luknajno, muitas vezes chamada de Lago dos Cisnes (Reserva da Biosfera da UNESCO).

Continuação para Mikolajki: parada para caça aos sou­venirs da Masúria e tempo livre para almoço.

Em Mikolajki dois lagos se fundem dentro da área urba­nizada da cidade: o Lago Mikolajski e o Lago Talty, e o maior da Polônia, o Lago Sniardwy (113 km²), está loca­lizado a 40 km.

Traslado para Nowogrod.

Visita ao museu ao ar livre em Nowogrod que apre­senta as tra­di­ci­onais cons­truções de madeira da região.

Continuação para Bialystok.

Noite em Bialystok.

 
Dia
14
> Bialystok > Tykocin > Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Bialystok real­mente encanta os visi­tantes. O Palácio Branicki com jardim barroco é uma fonte ines­go­tável de his­tórias e curi­o­si­dades rela­ci­o­nadas à tur­bu­lenta his­tória de Bialystok, conhecida em toda a Europa do século XVIII como a Versalhes do Norte. A charmosa reserva Planty e Zwierzyniec: um mar de vege­tação no centro da cidade, com um mini­zo­o­lógico. A Igreja Ortodoxa de São Nicolau, a catedral ortodoxa do século XIX, é geral­mente aberta aos visi­tantes. Rotas turís­ticas foram mar­cadas no espaço urbano: podemos des­cobrir Bialystok judaica, indus­trial, mul­ti­cul­tural e de madeira.

Tempo livre para almoço.

Traslado de Bialystok para Varsóvia com parada em Tykocin.

Lindamente loca­lizado no rio Narew, quase à margem da civi­li­zação, Tykocin inspira e encanta. Provavelmente não há um ano em que as ruas de para­le­le­pí­pedos de Tykocin não sejam trans­for­madas em um set de fil­magem. Das pro­duções caseiras a Hollywood, o espírito do shtetl judeu paira sobre Tykocin, criando uma atmosfera única pré-guerra. Uma sinagoga única e um bairro judeu foram mila­gro­sa­mente pre­ser­vados aqui.

Continuação para Varsóvia.

Noite em Varsóvia.

 
Dia
15
> Varsóvia
 

Café da manhã no hotel.

Transfer para o aero­porto em Varsóvia.
FIM DOS SERVIÇOS.

 
paski3
paski3
paski3
paski3